Worlds First Double Superpipe Competition

Rider Battle: Surf ou Snowboarding?

Surf, snowboard, montanhas e ondas. Tudo parece estar misturado na minha cabeça. Mas existe uma pessoa que está pronta para conquistar os dois elementos. Mathieu Krepel , multi-campeão mundial de snowboard, aceitou um desafio extremo e, combinando sua paixão pelo snowboard e pelo surf, iniciou uma longa jornada. É disso que trata o filme Shaka. Esta é a primeira e mais profunda história pessoal sobre como se encontrar.

Em antecipação ao lançamento do filme, Quiksilver perguntou aos formadores de opinião qual dos eles preferem dois esportes. Naturalmente, os usuários populares do Instagram são divididos em dois campos. Aqui está o que os aventureiros preferem.

Rider Battle: Surf ou Snowboarding?

Surfar em ondas altas: como capturar fotos de ação de alta qualidade?

Recursos de fotografia de surf. Escolhendo uma técnica, ângulo e localização junto com o fotógrafo Kirill Umrikhin.

Rider Battle: Surf ou Snowboarding?

Pegue a onda: 5 melhores pontos de surfe em Rússia

Não é necessário viajar para muito longe para se encontrar na crista de uma onda.

Clã do snowboarder

Nancy, estilista

Eu escolho o snowboard! Provavelmente uma resposta de minoria. Mas para mim é o snowboard que é liberdade, liberdade de escolher onde e como andar, freestyle, free ride ou apenas na pista com vista de canhão, liberdade que podes partilhar com os teus amigos. Snowboarding é um mundo que me deu amor e muitas pessoas maravilhosas!

Anastasia Chernenko , designer gráfico

Escolho o snowboard na montanha, porque é nesses momentos que pego a sensação de absoluta liberdade e felicidade. Mas o surfe sempre estará na minha lista de desejos, porque só ele tem aquela combinação da energia frenética do oceano, a pacificação dos elementos e a manifestação do caráter.

Mad Max, fotógrafo, blogueiro de viagens

Escolho o snowboard porque esquio há 9 anos, adoro a energia das montanhas, este é definitivamente o meu elemento!
também porque desci do topo de Elbrus em um snowboard!

Alexander Sokolovsky, ator

Eu escolhi o snowboard. Pela agressividade, pela velocidade, pela energia das montanhas, por estar perto dos elementos, pela incomparável sensação de liberdade que você experimenta ao explodir uma pólvora, pela atmosfera especial e pelas pessoas que você encontra no caminho do snowboard.

Sonya Fedorova, snowboarder

Bem, tudo está claro aqui! Para ser sincero, apesar de essas duas direções (elementos, estilo e até estilo de vida) estarem intimamente relacionadas, surfei apenas algumas vezes na minha vida. É até um pouco envergonhadoquando questionado sobre como surfo e tenho que responder: Nada.

Rider Battle: Surf ou Snowboarding?

Sofya Fedorova: Quero ser sempre a primeira

Cinco anos atrás, ela foi apresentada com seu primeiro snowboard e agora joga pela seleção russa.

Anna Orlova, snowboarder

Freeriding para mim é uma forma de autoexpressão, cada linha é uma parte de mim e as montanhas são uma casa em que me sinto feliz. É incrível que, quando eu era muito jovem, percebi que sempre estivemos conectados com o tabuleiro, e é aqui que esse amor me levou agora ...

Artyom Sheldr, snowboarder

Para ser honesto, eu não gostaria de escolher nada. Ambas as atividades são lindas à sua maneira e se complementam. Bem, aconteceu que nasci perto dos Urais e desde criança adoro neve, então o snowboard está mais perto de mim.

Andrey Moskvin, snowboarder, corredor de MTB

Ninguém me perguntou, mas eu escolhi #snowboarding. Olá a todos da frente.

Gangue de surfistas

Aiza Anokhina , blogger

Eu escolho, é claro, surfar. Porque o surf é o meu sonho mais querido. Porque a energia do oceano é o que eu preciso vitalmente. Essa forte conexão e proximidade com os elementos não me permite viver em paz em uma metrópole. Eu escolho surfar pela sensação de felicidade absoluta quando você pega uma onda ou vê outras pessoas fazendo isso!

Kirill Umrikhin, fotógrafo

Acontece que o surf é o único esporte em que gosto mais de patinar do que de fotografar. Bem, ou o mesmo. Mas surfar é muito legal. E não importa onde: nas frias águas leitosas do Mar Negro ou na costa mauriciana do cálido Oceano Índico. O surf me ajuda a me acalmar, pensar e relaxar. Isso é meditação e esportes ao mesmo tempo.

Sergey Rasshivaev, surfista, viajante

Eu escolho o surf. Não há perguntas aqui, mas direi por quê. Fui praticar snowboard e comecei com ele. Mais precisamente, ele continuou depois de andar de skate. Mas foi o surf que virou minha vida e minha consciência de cabeça para baixo.

Equilibrando-se no limiar

Olya Chablis, blogueira

Eu escolho comer bem. Snowboard ou surf, estou igualmente distante de ambos. Em vez disso, gosto de assistir mais do que participar disso.

Kirill Nagiyev, ator

Eu escolho os dois! Para ena energia das montanhas e do oceano, para proximidade com os elementos.

Rider Battle: Surf ou Snowboarding?

Kirill Nagiyev: snowboard é rap

Como não perder aquele hasl por dentro e ficar imbuído da cultura de rua.

Desislava Kalcheva, blogger

Claro que sou a favor do snowboard, mas o surf também me impressiona. Eu o amo pela energia do oceano, pela conexão mais forte e proximidade com os elementos.

Eugene Rong Ivanov, snowboarder

Claro, tudo começou comigo com uma prancha de snowboard. Morando no extremo norte, não poderia pensar que iria para os oceanos, surfar, e mais recentemente também ensinar surf ... Agora não consigo imaginar o inverno sem fim, com certeza preciso de um reboot, descanso e inspiração para o novo inverno. O surfe me dá tudo isso.

Olya Raskina, windsurfista

Naturalmente, fiquei confuso e decidi que era exatamente as duas coisas - surf e neve, que a escolha era simplesmente absurda, e então pensei - o que é mais importante para mim agora ?! Snowboarding é meu primeiro amor, isso é para sempre, apenas um monte de memórias diferentes estão associadas a ele - as primeiras competições, lesões, hospitais, montanhas, neve e o primeiro levantamento - a última descida, quando ainda não havia obrigações, apenas uma pura emoção de esquiar pela manhã até a noite ...

E o surf agora é um carrossel sem fim de alegria, a luta contra o medo, a possibilidade de crescimento, desenvolvimento, um melhor entendimento das ondas e do oceano. Eu realmente quero aprender a andar bem! Sei que aos 50 e aos 70 direi a mesma coisa, porque não existem ondas idênticas e descidas idênticas na prancha. E não é uma droga, é apenas amor, é tão salgado e cheio de neve ao mesmo tempo.

Artyom Garashchenko, kitesurfer

Minha opinião é que o surf, o snowboard e todos os outros esportes de prancha estão interligados e, na verdade, diferem uns dos outros apenas na superfície sob seus pés e na forma de aceleração. Enquanto pilota um, você pode pilotar o outro automaticamente, e somente enquanto pilota tudo, você pode sentir a prancha o máximo possível, progredir mais rápido e seguir em frente.

O que você escolhe?

SNOWBOARDING A SURFBOARD IN LAKE TAHOE?!

Postagem anterior Conheça o inverno: para onde ir no fim de semana em Moscou?
Próxima postagem Tempo é dinheiro: os 5 relógios mais caros nas mãos de campeões